Troca do dente de leite pelo permanente

Troca do dente de leite pelo permanente

Quando os pais menos esperam os primeiros dentes dos filhos nascem e logo ficam moles. É crucial cuidar do sorriso da criança. Além de prevenir doenças, como a cárie, acaba sendo um treinamento para garantir uma boa higiene bucal.

DENTES DECÍDUOS PRECISAM DE CUIDADOS

Conhecidos pelos dentistas como dentes decíduos, primários ou temporários, os dentes de leite desempenham diversas funções e são os primeiros a surgirem na cavidade oral. “Eles são essenciais na mastigação, fonação e são responsáveis por guiar a erupção dos dentes permanentes, permitindo o desenvolvimento adequado dos arcos dentários”. Por isso os primeiros dentinhos merecem tantos cuidados quanto os permanentes que surgirão depois.

O DENTE TEM SEU TEMPO PARA CAIR

O processo de amolecimento do dente de leite que leva à sua queda é chamado de exfoliação. “Alguns pais ficam ansiosos e querem antecipar o processo, mas não há indicação. O processo é natural, gradativo e lento, não havendo necessidade de intervenção”. Mas se o dente estiver atrapalhando a mastigação da criança, pode ser necessária uma forcinha, mas com algumas condições. “Os pais podem tirar o dente percebendo que ele está bem molinho, até pra não correr o risco da criança engolir. Mas não deve tirar assim que ele ficar mole, pois é preciso respeitar o tempo certo até que o outro erupcione”. Consulte um profissional e tire todas as dúvidas.

APÓS O DENTINHO CAIR OS CUIDADOS PERMANECEM

A cicatrização é rápida e não há sensibilidade dolorosa. Mas em alguns casos a profissional dá a dica. “Se a perda do dente ocorrer de maneira precoce, por lesões de cárie ou algum trauma (quedas, batidas contra superfícies duras, acidentes) os pais devem procurar um dentista para avaliar a necessidade de tratamento”.

%d blogueiros gostam disto: